ENOAMIGOS

Cursos e Consultoria em Vinhos

claudia@enoamigos.com.br

• Santos • São Paulo

Artigos
Momento DiVino "Os vinhos da Itália e o Covid-19" 20/03/20 - A Tribuna Jornal - Santos
MOMENTO DIVINO 20-03-2020

Santé! No final de século 19 imigrantes italianos chegaram aos estados do Sul e do Sudeste do Brasil, onde se instalaram e mais tarde, também migraram para praticamente todo o território nacional, o que significa que a cultura italiana se enraizou há tempos em nosso país.

É imenso o legado cultural italiano que tanto contribuiu para o enriquecimento de nossa origem e nossa formação. Religião, língua, música, festas, dança, culinária e até o vinho. Sim, são muitas as particularidades dos desbravadores e incansáveis italianos, responsáveis também pela nossa vitivinicultura.

E neste momento a Itália vive horas tensas e sombrias, nossos fratelli enfrentam o coronavírus (Covid-19). Depois da China é o país que mais sofre com a pandemia. A Vinitaly, maior feira de vinhos da Itália, que aconteceria entre 9 e 12 de abril, em Verona, foi adiada para 14 a 17 de junho. Agências Oficiais e toda a mídia vêm noticiando a quarentena e confinamento do país da bota. Aliás, o mundo está anunciando o fechamento de suas fronteiras. Decretada como zona protegida, a Itália mantém tudo fechado, apenas lojas de alimentos, farmácias e consultórios médicos estão abertos por enquanto, e as lojas de vinho também permanecem abertas, uma vez que lá classifica-se o vinho como alimento, portanto, o vinho ainda está acessível. Segundo alguns sites europeus a venda de vinhos aumentou no delivery, seus consumidores estão estocando vinhos devido ao bloqueio causado pelo surto.

Eu conversei com dois produtores italianos, o Paolo Bartolomei, da Caprili, em Montalcino que disse:“estamos muito preocupados em Montalcino, e o nosso trabalho por enquanto está ok, estamos entregando os pedidos dos importadores, no entanto as vendas para restaurantes e lojas de vinhos foram todas canceladas”; já Cesare Benvenuto, da Pio Cesare, no Piemonte revelou: “no momento, estamos sofrendo as vendas, mas estamos confiantes em um futuro brilhante”.

Eu espero e vibro para que colheita e produção italianas sigam seu ritmo. Que a bela Itália continue enriquecendo adegas do mundo com Chian tis, Brunellos de Montalcino, Rossos, Vinos Santos, Amarones, Barolos, Barbarescos, Barberas, Proseccos, Primitivos e tantos outros rótulos! Não à tôa,são os maiores produtores e exportadores globais. Que breve voltemos a ter reuniões, degustações e apresentações fundamentais para vivenciarmos os vinhos italianos e de demais procedências.

Entretanto, em tempos de coronavírus vamos respeitar o próximo e apoiar o isolamento social. Estar em casa é aproveitar a companhia de nossos familiares, conversar e preparar uma refeição acompanhada de um bom vinho para enriquecer esse momento de introspecção. Até a próxima taça!


momentodivino@atribuna.com.br


Santé! Cheers! In the end of the 19th century, Italian immigrants arrived in the South and Southeast states of Brazil. Later, they migrated to almost every part of the national territory. Therefore, the Italian culture is rooted in our country for ages.

The Italian cultural legacy is immense, and it has contributed so much for the enrichment of our origins. Religion, language, music, festivities, dance, culinary and, of course, wine. There are many particularities to the brave and unstoppable Italians, who are responsible for our viticulture.

And in this particular moment, Italy is experiencing dark times: our fratelli brothers fight against the coronavirus (Covid-19), as it is the country that is suffering the most with the pandemic, after China. Vinitaly - the biggest wine fair of Italy - that would happen between April 9th and 12, in Verona, was postponed to July 14 to 17. Official agencies and the media have been reporting the quarantine in the country. Furthermore, the world is closing its borders. Decreed as a protected zone, Italy is keeping everything closed, only markets, pharmacies and medical clinics are still open. Wine stores are also kept open, since wine is considered food, so, it is still available for purchase. According to some European websites, the wine sales increased through delivery. The consumers are stocking up wine because of the burst.

I recently interviewed two Italian producers on this subject. Paolo Bartolomei from Caprili in Montalcino, who said: “We are very worried here in Montalcino, and our business until now is fine, we are still delivering the importers’ orders. However, the restaurant and wine stores sales have been cancelled.” Cesare Benvenuto, from Pio Cesare in Piemont, revealed: “at the moment, we are suffering with the sales, but we are confident in a brighter future”.

I hope and cheer so that the Italian harvest and production can develop itself in its normal pace. I hope that the beautiful Italy continues to enrich the world’s winecellers with Chiantis, Brunellos of Montalcino, Rossos, Vinos Santos, Amarones, Barolos, Barbarescos, Barberas, Proseccos, Primitivos and so many more labels. It’s no wonder they are the biggest global producers and exporters. May we go back to having meetings and tastings soon, which are fundamental to experiencing Italian wine and from all over the world.

However, in coronavirus times, let us respect each other, implement and support social isolation. Staying home is enjoying family companion and preparing a cozy meal along with a good wine to enrich this introspective moment.

Cheers! Until next glass.

momentodivino@atribuna.com.br


PROVEI E INDICO


Caprili Brunello di Montalcino DOCG 2014, Montalcino, Toscana, IT
36 meses em bottis de carvalho da Eslavônia
Uva: Sangiovese Grosso (Brunello) 15°GL
Cor: rubi intenso brilhante com granada
Nariz: cereja, tabaco, húmus, alcaçuz e especiarias, toque etéreo e resinoso
Boca: seco, potente, encorpado, taninos aveludados, equilibrado, elegante, complexo
Importadora Decanter preço sob consulta na Enoteca Decanter


Pio Cesare Barolo DOCG 2015, Piemonte, IT
6 meses em carvalho 30% em barricas bordalesas, 70% em bottis carv. francês
Uva: Nebbiolo 14° GL
Cor: rubi média intensidade
Nariz: etéreo, revela fruta vermelha, alcaçuz, caixa de especiarias e couro
Boca: seco, concentrado, encorpado, taninos indescritíveis, complexo e notável persistência.
Importadora Decanter preço sob consulta na Enoteca Decanter


.:: • © Copyright 2007 - 2020, ENOAMIGOS ® • Santos • São Paulo • claudia@enoamigos.com.br • http://www.enoamigos.com.br .::
.:: • PORTALWEB 6.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy