Artigos
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Momento DiVino "Talk Wine Show - Wines of Chile 2019" 23/08/19 - A Tribuna Jornal - Santos
MOMENTO DIVINO 23-08-2019

Santé! O sucesso chileno é incontestável! Há mais de 15 anos o país ocupa o 1° lugar no ranking de vinhos importados para o Brasil. E numa dinâmica diferente, o 9° Tasting Wines of Chile 2019, no Unique Hotel em São Paulo, iniciou-se com Manoel Beato, sommelier reconhecido mundialmente, entrevistando produtores, semelhante a um Talk Wine Show onde comandou respeitada masterclass de 10 rótulos ícones.


Com organização da CH2A Comunicação, o evento impecável, teve apoio da ProChile, e impressionou profissionais e convidados. Além de mais de 150 rótulos de 30 vinícolas, foi possível degustar altíssima qualidade, diversidade, inovação e sustentabilidade. Prazer e conhecimento envolvidos.


Siga os meus stories do evento no instagram @claudiaenoamigos


Vinhos degustados na masterclass


Santa Carolina Cuarteles Experimentales País 2017, Bío Bío
– tinto leve da uva País, cultivada em vinhas de 80 anos. Colheita antecipada, sem maturação total, depois de maceração carbônica passa por malolática em barricas usadas. Fruta e leveza. Cor rubi claro, lembra Beaujolais, framboesa, mirtilo, toque vegetal. 11°GL. Leve de final longo. (Casa Flora)


Cono Sur 20 Barrels Pinot Noir 2017, Casablanca – vinhas orgânicas certificadas. Vinho bastante inspirado na Borgonha. Maceração carbônica e pigeage manual em tanques abertos, processo artesanal. 80% em barricas e 20% em inox por 12 meses, 14° GL. Cerejas, framboesa, ameixa e toques tostados. Taninos delicados. (World Wine)


Ventisquero Tara White Wine1 Chardonnay, Atacama – vinho do deserto, terroir diverso, desafio de cultivo da Chardonnay em solo calcário, salino, mineral e ácido. Artesanal, colheita a mão, pisa a pé, não filtrado. Aromas de pedra de giz, notas de maçã. 12° GL. Na boca é mineralíssimo, salino e vegetal. Textura intrigante e deliciosa, palavras do Beato. (Cantu)


Veramonte Ritual Supertuga 2016, Casablanca – iniciada nos anos 90, foi a 1ª Viña do Vale de Casablanca. Vinhedos orgânicos e influência marítima aportam a esse vinho aroma cítrico, laranja, tangerina e flor. Após fermentado em carv. francês por 12 meses, ainda permanece sobre as lias “sur lie” em batonagem de 3 meses. 14° GL. O vinho contrasta o suave e o cremoso com estrutura potente. Increíble! (Total Vinhos)


Viña Maquis Maquis Franco 2013, Colchagua – Cabernet Franc cultivadas em 1999/2000. Solo argiloso entrega potência e estrutura a esse vinho de 14,5° GL. 14 meses em carv. francês. Notas frescas, ervas, flores, frutos. Na boca é redondo e bastante macio é francamente um Cabernet Franc. (Domno)


Bodegas Tagua Tagua Des Complicados Black Label Syrah 2017, Maule – Syrah descomplicado, 18 meses em carv. francês (1°uso). 14,5°GL. Frutas maduras com toque de menta. Especiarias, chocolate e café, se mesclam aos taninos sedosos, vinho agradável e persistente. (Dominio Cassis)


Syegel Ketran 2014, Colchagua – Ketran significa lava vulcânica, em mapuche. 35% Syrah, 30% Petit Verdot, 25% Carménère, 10% Cabernet Franc (de 2013) vinificadas em barricas de 600 litros. Solo vulcânico, 30 meses de carv. francês, 14,5° GL. Cor violeta intenso, cassis, ameixas, redondo, taninos aveludados, longo e persistente. Potencial de guarda 10 anos. (Uaine Group)


Pérez Cruz Quelen 2013, Maipo – Inspirado em Bordeaux 52% Petit Verdot, 28% Cot (Malbec) e 20% Carménère 14,2° GL. Amadurecimento 16 meses em barricas francesas, 50% novas e 50% 1° uso. Frutas vermelhas, tabaco, especiarias e toque mineral se destacam também na boca com perfeito equilíbrio, taninos aveludados, longo. (Folks Wines)


Aresti 380 Código de Familia 2012, Vale de Curicó – Cabernet Sauvignon, Malbec, Cabernet Franc e 3% Petit Verdot. 14,5° GL, aromas frutados e florais com perfeita integração com a madeira. Vinificação em inox, amadurecimento 24 meses em carv. francês e envelhece 6 anos na garrafa. Vinho encorpado, suculento, muita tipicidade, caráter e elegância. (Mar & Rio)


Casa Silva S38 Cabernet Sauvignon 2016, Los Lingues/Colchagua – Solo pedregoso e profundo, com influência da Cordilheira dos Andes, temperaturas oscilantes de até 20°C entre dia e noite, são o ponto alto desse Cabernet Sauvignon, apresentado por Mario Geisse, enólogo. Vinificação artesanal e estágio em carv. francês aportam mais identidade ao vinho. Muita fruta, equilíbrio, 14,5° GL imperceptíveis, taninos macios, persistência, elegância. Prazer e gosto de quero mais. (Vinhos do Mundo)


Até a próxima taça!


momentodivino@atribuna.com.br


 


 
► Baixe o Artigo em PDF


 



 
  Início
Vídeo
Download
Fale Conosco
Cadastro
  Institucional
Cursos
Degustações
Enoturismo
Enopoemas
Dicas
  Cláudia Elaine Garcia de Oliveira
Artigos
Enonews
Momento Divino
Fotos "Social do Vinho"
Saiu na Mídia
 
 
.:: • © Copyright 2007 - 2019, ENOAMIGOS ® • Santos • São Paulo • claudia@enoamigos.com.br • http://www.enoamigos.com.br .::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy