ENOAMIGOS

Cursos e Consultoria em Vinhos

claudia@enoamigos.com.br

• Santos • São Paulo

Artigos
Momento DiVino "A nova cara do vinho chileno" 20/11/29 - A Tribuna Jornal - Santos
MOMENTO DIVINO 20-11-2020

Santé! Iniciada em 2016 a Importadora Novo Chile traz para o Brasil vinhos fora do circuito tradicional das grandes marcas, mas reconhecidos por grandes críticos. A empresa reúne os melhores representantes dos vinhos do Novo Chile, contando hoje com rótulos seletos e de máxima qualidade.


Destaco 2 exemplares orgânicos distintos:


Erasmo 2009 é um vinho produzido pela Viña Reserva de Caliboro, cujo proprietário é o Conde Francesco Marone Cinzano, dos afamados vermutes e também responsável por Brunellos di Montalcino da grande Col d'Orcia.


Erasmo tem vinhedos cultivados na região do Maule, no vale chamado Caliboro, um povoado pré-colombiano habitado há tempos pelas civilizações andinas. Neste terreno histórico, rico em vegetação nativa, o Conde Francesco formou uma joint venture com os antigos proprietários plantando uvas selecionadas e importadas da Europa. Foi assim que nasceu ERASMO, um vinho que alia o melhor da Mãe Terra Andina à tradição milenar da família na produção de vinhos de alta gama.


Elaborado pelo enólogo Maurizio Castelli, Erasmo é concebido a partir das uvas Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e algo de Syrah. Todas de baixa carga por planta e com alta densidade por hectare, mantidas com técnicas orgânicas e biodinâmicas. As uvas são fermentadas com leveduras nativas em inox, separadamente. Em seguida são misturadas, compondo o assemblage. Após um estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês e um estágio em garrafa por 12 meses, completa-se a produção deste tinto do Vale do Maule, não filtrado, produção limitada e feito à mão. Erasmo é um vinho com potencial de guarda de 15 anos. A safra 2009 está plena. O vinho tem potencial de guarda de 15 anos e ainda segue mais uns bons anos à frente.


Vinhedo Silvestre Carignan 2015 é produzido pela Villalobos, uma vinícola com proposta natural e selvagem. As videiras centenárias crescem, florescem e frutificam soltas no meio do mato, sem intervenção humana. Na colheita são utilizadas escadas para retirada das uvas.


A propriedade, onde hoje está a Villalobos, recebeu seus primeiros parreirais entre 1940 e 1950. Em 1978, o artista plástico Enrique Villalobos adquire o terreno, e não dá muita importância para as vinhas, que serviam de alimento para os cavalos. Em meados de 2007, durante um passeio a cavalo, o engenheiro agrônomo e amigo da família, Mathieu Rousseau, notou uvas rentes ao solo e outras a mais de 4 metros de altura, em arbustos de três metros de diâmetro, crescendo junto às demais árvores nativas. Para colhê-las, escadas seriam necessárias. Pragas comuns às videiras tradicionais eram combatidas sem problemas dentro do próprio ecossistema. E as chuvas, condensadas em uma só época do ano, forçaram uma profunda adaptação nas plantas: cachos espaçados, permitindo melhor escoamento da água e impedindo a formação de fungos. Rousseau incentivou os Villalobos a vinificar aquelas uvas especiais.


E assim seus vinhos provém desses vinhedos de condução livre, que alcançam até 4 metros de altura. Após a colheita manual, as uvas são vinificadas da maneira mais natural possível. O vinho fermenta sem controle de temperatura e com leveduras indígenas (nativas), estagia por 18 meses em barricas de 3° uso de carvalho francês, é decantado por gravidade e engarrafado sem filtração ou prensagem. O resultado é um tinto orgânico equilibrado, fresco, macio e elegante, com aromas de frutas vermelhas silvestres, flores e ervas. Tiragem de apenas 30.000 garrafas. Mathieu Rousseau faleceu antes do lançamento do 1° vinho da Villalobos, mas em sua homenagem, seu nome é grafado nas etiquetas, que aliás, o próprio Enrique as desenha. Guarda por 8 anos.


A Novo Chile promove entre novembro e dezembro o Novo Chile ON-WINE. O evento virtual conta com palestras, degustações, lives e entrevistas com enólogos chilenos de vanguarda. Acesse a programação no link: https://novochile.com.br/agenda-de-eventos-e-degustacoes/


Aproveite as dicas e até a próxima taça!







PROVEI E INDICO

Erasmo 2009 - Reserva de Caliboro, Vale de Maule, CL

(18 meses em carvalho francês) (14,5°GL)
Uva: 60% Cabernet Sauvignon, 10% Cabernet Franc, 25% Merlot e 5% Syrah
Cor: rubi intenso com halo granada
Nariz: mirtilo, cereja, ameixa, amêndoas, especiarias, complexo
Boca: seco, acidez excelente, estruturado, encorpado, taninos elegantes, vinho saboroso, longo com retro gosto persistente
R$ 156,00 (94 pts no Descorchados)


 
















PROVEI E INDICO

Villalobos – Vinhedo Silvestre Carignan 2015, Vale de Colchagua, CL

(18 meses em carvalho francês usado) (12,5°GL)
Uva: 100% Carignan
Cor: rubi claro de pouquíssima intensidade
Nariz: floral, amoras silvestres, cerejas e morangos, ervas do campo
Boca: seco, boa acidez, corpo médio, taninos delicados, vinho elegante
R$ 268,00 (94 pts no Descorchados)


Todos os vinhos à venda no site www.novochile.com.br

.:: • © Copyright 2007 - 2020, ENOAMIGOS ® • Santos • São Paulo • claudia@enoamigos.com.br • http://www.enoamigos.com.br .::
.:: • PORTALWEB 6.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy