ENOAMIGOS

Cursos e Consultoria em Vinhos

claudia@enoamigos.com.br

• Santos • São Paulo

Artigos
Momento DiVino "Pratos e vinhos que harmonizam com o inverno" 03/07/22 - A Tribuna Jornal - Santos
MOMENTO DIVINO 03-07-2022

Santé! Com este friozinho, a pedida para aquecero corpo e apurar o espírito é um bom vinho, acompanhado de uma comida bem quentinha. Para o almoço invernal, nada mais reconfortante do que uma suculenta feijoada. As noites frias pedem caldos e sopas. Outra opção romântica ou até para receber os amigos em torno de uma mesa bem bonita é o fondue, com tradicional mistura de gruyère, emmental e demais queijos saborosos.

Imagino que você queira combinar esses pratos com o vinho ideal, correto? Vamos, então, à enogastronomia, arte que harmoniza vinho e comida, para que você os desfrute com satisfação.

Até a próxima taça!


MOMENTODIVINO@ATRIBUNA.COM.BR
@CLAUDIAENOAMIGOS



AGENDA

14a edição do Wine Weekend São Paulo Festival
Data: de 21 a 24 de julho
Local: Pavilhão Cultural do Parque Ibirapuera, em São Paulo
Horários: nos dias 21, 22 e 23 de julho, das 12 às 22 horas.
Dia 24 de julho, das 12 às 18 horas
Tem o Projeto Rolha Verde (reciclagem de rolhas recolhidas/carbono zero)
Ingressos:a partir de R$ 85,00 no site
www.wineweekend.com.br





Entenda o conceito de harmonização

A harmonização busca unir o vinho e a comida para que 
ambos ganhem e brilhem mais em conjunto do que sozinhos. Existem inúmeras variáveis que deixam uma harmonização agradável.

Entenda que não se trata de uma ciência exata.


Ela busca acima de tudo o equilíbrio para que um não se sobreponha ao outro.



FEIJOADA


Prato típico nacional, de raízes luso-africanas, a feijoada tem corpulência e é composta de feijão-preto, carnes suínas e bovinas, gordura animal, pimenta, alho, louro, arroz, farinha, couve, temperos e aromas defumados – e não pode faltar a laranja. A brasileiríssima caipirinha é o acompanhamento mais comum. Afinal, a mistura de limão, cachaça, açúcar e gelo é muito saborosa, alcoólica, doce e ácida, ideal para combinar com toda estrutura do prato. Não nego que o tema é polêmico na enogastronomia, mas estamos diante de um prato complexo, de peso, gorduroso, aromático e saboroso. Logo, podemos harmonizar com vinho e contentarmos a muitos apreciadores – ou ao menos a alguns.

Convido você a provar a feijoada com um vinho tinto de meio-corpo a encorpado, estruturado, com boa acidez para equilibrar a gordura, taninos presentes ajustando a suculência das carnes, mas que sejam aveludados para não se debaterem com o sal. Os das uvas Cabernet Sauvignon, Tannat, Malbec, Shiraz, Tempranillo, Touriga Nacional, Grenache e Merlot, passados em madeira, casam bem. Evite tintos leves, pois não se ajustam à exuberância do prato. Os espumantes surpreendem. Eu harmonizo com os rosés. Seu frescor, o leve tanino junto ao gás carbônico com seu perlage (borbulhas) limpam as nossas papilas gustativas, proporcionando uma sensação prazerosa.


PROVEI E INDICO

Opção de espumante
Miguel Torres Estelado Ex. Brut Rosé, Maule, CL
ESTÁGIO SUR LIE DE 5 A 6 MESES. ESTÁGIO NA GARRAFA POR 12 MESES
Uva: País (uva tinta de origem espanhola; na Argentina, o nome é Criolla)
Cor: rosa pálido, perlage fino e intenso
Nariz: frutas vermelhase cítricas (12ºGL)
Boca: seco, vivaz, rústico, cremoso e macio
Preço: R$ 119,00


Opção de tinto
Morandé Terrarum Single Est. Cabernet Sauvignon 2019, Maipo, CL
12 MESES CARVALHO FRANCÊS
Uva: Cabernet Sauvignon (14º GL)
Cor: rubi intenso com violáceo
Nariz: frutas vermelhase negras, especiarias, pimenta,chocolate
Boca: seco, bom corpo, taninos sedosos, longo
Preço:R$ 149,90





FONDUE


Combinar queijos e vinhos é um tanto complexo devido aos infindáveis tipos de ambos, mas, no caso do fondue, atente-se para o fato de que no preparo o vinho branco é condição sine qua non, e nada mais lógico do que combinar o prato com um branco fresco, frutado e com certa personalidade. Acerte na mosca com um Chardonnay com passagem em madeira ou não. As uvas Sauvignon Blanc, Pinot Grigio, Riesling e até Gewürztraminer também caem muito bem. E se você não abre mão de um tinto, pode escolher um leve, frutado. Fica delicioso. Os fondues de carne pedem tinto encorpado para ir ao encontro da suculência da carne e da variedade de molhos.


PROVEI E INDICO

Opção de branco para fondue de queijo
Pizzato Allumé Chardonnay 2021, Serra Gaúcha, BR
6 MESES EM BARRICAS DE CARVALHO
Uva: Chardonnay (13ºGL)
Cor: amarelo-palha brilhante
Nariz: abacaxi em compota, baunilha, caramelo
Boca: seco, fresco, corpo médio, frutado, equilibrado, saboroso
Preço: R$ 89,90


Opção de tinto para os fondues de queijo e carne
Miolo Wild Gamay 2022, Campanha Meridional, BR
Uva: Gamay (sem adição de sulfitos)
Cor: rubi com violáceo brilhante (11º GL)
Nariz: morango, goiaba e maçã caramelizada
Boca: seco, leve, frutado e equilibrado
Preço: R$ 69,90



SOPAS E CALDOS

As sopas e caldos, tão reconfortantes nas noites frias, requerem atenção: por serem servidos quentes, desafiam os vinhos com seus diversos tipos. Aromas e sabores devem se fundir para a perfeita harmonização, dando identidade à ação.


O caldo verde, tão apreciado e de raízes lusitanas, fica elegantemente compatível com um vinho português, assim como a sopa de ervilha com bacon e outras condimentadas, encorpadas, defumadas e suculentas. São sopas que harmonizam com um vinho estruturado, alcoólico e macio. Já uma canja de galinha ou um caldo de legumes, e outros mais delicados, podem se complementar com tintos mais leves, como os da uva Pinot Noir, e/ou até brancos, como os de Encruzado, Chardonnay, Sauvignon Blanc e Viura, com ou sem estágio em carvalho.


PROVEI E INDICO


Opção de tinto leve para sopas
Ladrilho (Quinta da Ribeirinha) Vinho Regional Tejo, PT
Uvas: Trincadeira, Aragonez e Castelão
Cor: rubi média intensidade brilhante
Nariz: frutas vermelhase floral (13º GL)
Boca: seco, fresco, corpo leve, taninos moderados, harmonioso
Preço: R$ 79,90


Opção de tinto para sopas encorpadas e condimentadas
Crasto Superior 2018, Douro Superior, PT
12 MESES EM CARVALHO FRANCÊS
Uvas: Touriga Nacional, Touriga França, Tinta Roriz e Souzão
Cor: rubi violáceo intenso (14˚ GL)
Nariz: frutas vermelhase negras frescas, especiarias, madeira sutil
Boca: seco, frutas evidentes, equilibra acidez, corpovolumoso e estrutura, com taninos maduros. Persistentee elegante, pronto para beber, mas longevo
Preço: R$ 249,90



OS VINHOS FORAM DEGUSTADOS NO ACAUSA WINE 2022.
OS PREÇOS CITADOS SÃO DO LATICÍNIO MARCELO IMPORT

.:: • © Copyright 2007 - 2022, ENOAMIGOS ® • Santos • São Paulo • claudia@enoamigos.com.br • http://www.enoamigos.com.br .::
.:: • PORTALWEB 6.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy