Artigos
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Momento DiVino "Uruguai diversidade singular muito além da Tannat" 12/07/19 - A Tribuna Jornal - Santos
MOMENTO DIVINO 12-07-2019

Santé! A fama dos vinhos uruguaios se expande cada vez mais em virtude do sucesso da uva Tannat nos pampas gaúchos. A Tannat foi trazida do Madiran, sudoeste da França e introduzida no país por imigrantes bascos, com perfeita adaptação. Atualmente o país é o maior produtor da variedade, superando a França. O Uruguai mantém vinícolas pequenas, em sua maioria fundadas por famílias europeias que migraram para a América do Sul há décadas, ou até séculos atrás.


A qualidade e sofisticação do Tannat uruguaio, seus taninos estruturados e sedutores, sua popularidade e premiações mundiais, já foram destacadas por mim, em várias pautas aqui no Momento DiVino, uma vez que tenho muita identificação com os vinhos do país.


E, hoje esses vinhos se sobressaem além da uva Tannat. Variedades tintas como Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Syrah, Pinot Noir, Marselán, Zinfandel, Nebbiolo junto às brancas Sauvignon Blanc, Chardonnay, Viognier e Albariño vêm apresentando rótulos extraordinários, sejam varietais ou assemblages (mescla de uvas).


Dentro dessa diversidade singular a uva rara Marselán (resultado do cruzamento entre a Cabernet Sauvignon e a Grenache Noir, França/1961), vem agradando os paladares. A variedade tem cachos grandes e bagos pequenos, pele espessa, e gera vinhos frutados e potentes. Da Cabernet Sauvignon traz estrutura, cor e elegância, somada a robustez e maciez da Grenache. Os produtores uruguaios apostam na Marselan por ter alta produtividade e resistência as intempéries. O vinho produzido a partir dessa casta evolui muito bem na garrafa, preservando sempre a fruta. Separei dois exemplares para você conferir.


Também os assemblages da queridinha Tannat com Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Merlot, Zinfandel, Nebbiolo e outras, são enfatizados por resultarem exuberância e distinção.


Recentemente participei do Uruguay Wine Tour 2019, em São Paulo, onde degustei vinhos frescos e equilibrados devido a influência benigna do Oceano Atlântico nos vinhedos, assim como potentes e exóticos por seu caráter único, reconhecidos internacionalmente.


Organizado pela CH2A Comunicação, sob a coordenação do INAVI (Instituto Nacional de Vitivinicultura do Uruguai) desfrutei da master class conduzida com a maestria de Antonella de Ambroggi, sommelière uruguaia, que tive a honra de conhecer.


Participaram do evento as vinícolas: Antigua Bodega Stagnari, Ariano, Artesana, Bouza, Bracco Bosca, Casa Grande, Cerro Chapeu,De Lucca, El Capricho, Est. Juanicó- Familia Deicas, Familia Traversa, Finca Narbona, Garzón, Giménez Mendez, Marichal, Montes Toscanini, Pisano, Pizzorno, Spinoglio, Toscanini e Hijos, Varela Zarranz, Viña Edén, Viña Progresso e Viñedo de los Vientos. Quisera ter espaço suficiente para detalhar cada garrafa, contudo elegi mais dois vinhaços, espetaculares.


E, convido você, leitor, a acessar o meu site enoamigos.com.br e/ou redes sociais (@claudiaenoamigos), para checar fotos desse e demais eventos, e todas as matérias publicadas nesses exatos cinco anos de colunismo em prol da popularização do vinho.


Até a próxima taça e vivas ao vinho!


PROVEI E INDICO


Viña Varela Zarranz Marselán 1888 2017
Uva: Marselán (sem sulfitos) 13,8°GL
Cor: rubi intenso (fermentado e amadurecido em carvalho)
Nariz: frutas vermelhas e negras, especiarias
Boca: seco, acidez firme, taninos marcantes, bom corpo, complexo
Sem Importador


Familia Traversa Noble Alianza Reserva 2017
Uva: Tannat, Marselán, Merlot
Cor: rubi intenso brilhante 13,5°GL
Nariz: frutas em compota, alcaçuz, chocolate
Boca: seco, acidez e taninos equilibrados, bom encorpado e elegante
Grupo Angeloni, SC - Supermercado Mundial, RJ 


Juan Toscanini E Hijos ADAGIO Expressivo 2015
(elaborado em colheitas especiais)
Uva: Cabernet Sauvignon, Merlot, Tannat 13,5° GL
Cor: purpura intenso (15 meses carv. francês)
Nariz: frutas em compota, especiarias, complexo
Boca: seco, taninos aveludados, encorpado, mastigável, longo
Del Maipo Importadora 


Bracco Bosca Gran Ombú Blend #13 2018
Uva: Cabernet Franc, Merlot, Petit Verdot
Cor: rubi intenso (9 meses carv.) 13,5°GL
Nariz: frutas vermelhas e negras maduras, especiarias, chocolate
Boca: seco, equilibradíssimo, taninos elegantes, grandioso
Domno Importadora



Viñedo Varela Zarranz


 
► Baixe o Artigo em PDF


 



 
  Início
Vídeo
Download
Fale Conosco
Cadastro
  Institucional
Cursos
Degustações
Enoturismo
Enopoemas
Dicas
  Cláudia Elaine Garcia de Oliveira
Artigos
Enonews
Momento Divino
Fotos "Social do Vinho"
Saiu na Mídia
 
 
.:: • © Copyright 2007 - 2019, ENOAMIGOS ® • Santos • São Paulo • claudia@enoamigos.com.br • http://www.enoamigos.com.br .::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy